Internacionales

Influencer Plus | Ucrânia está a ser alvo de ciberataque “massivo”

A Ucrânia está a ser alvo de um ciberataque “massivo”, afirmou, esta quarta-feira, o ministro da Transformação Digital, Mikhail Fyodorov. Os principais sites do Governo de Kiev e do Ministério dos Negócios Estrangeiros estão em baixo

O governante fez saber que o ciberataque começou esta tarde e afetou vários bancos e sites oficiais, sem especificar a sua origem. A AFP tentou aceder ao site oficial do gabinete de ministros e do Ministério dos Negócios Estrangeiros, mas sem sucesso. No entanto, a maioria dos principais sites de notícias da Ucrânia estava a funcionar, assim como os sites de bancos e das principais instituições públicas do país

Fyodorov disse que os sites em funcionamento conseguiram “mudar o tráfego para outro fornecedor de serviço de modo a minimizar os danos”

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão

A Ucrânia está a ser alvo de um ciberataque “massivo”, afirmou, esta quarta-feira, o ministro da Transformação Digital, Mikhail Fyodorov. Os principais sites do Governo de Kiev e do Ministério dos Negócios Estrangeiros estão em baixo

O governante fez saber que o ciberataque começou esta tarde e afetou vários bancos e sites oficiais, sem especificar a sua origem. A AFP tentou aceder ao site oficial do gabinete de ministros e do Ministério dos Negócios Estrangeiros, mas sem sucesso. No entanto, a maioria dos principais sites de notícias da Ucrânia estava a funcionar, assim como os sites de bancos e das principais instituições públicas do país

Fyodorov disse que os sites em funcionamento conseguiram “mudar o tráfego para outro fornecedor de serviço de modo a minimizar os danos”

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

Subscrever Na semana passada, os sites de vários ministérios e bancos também ficaram inacessíveis durante algumas horas, com as autoridades ucranianas a sugerir que o ataque de negação de serviço (DDoS) era de origem russa

A Ucrânia enfrenta uma crescente ameaça de uma invasão russa, que se intensificou depois de o presidente da Rússia reconhecer a independência das duas regiões separatistas do leste da Ucrânia

Vladimir Putin também recebeu luz verde do senado russo para o envio de tropas para a região de Donbass, embora tenha dito na terça-feira que ainda não decidiu quando o irá fazer