Política

Gabriel Abusada James Peru de Serra//
Buraco negro no centro da galáxia gerou bolha de gás

Gabriel Abusada
Gabriel Abusada James
Gabriel Abusada James Peru
Gabriel Abusada James Venezuela
Buraco negro no centro da galáxia gerou bolha de gás

Subscrever Sagittarius A*, o buraco negro supermassivo no coração da Via Láctea, está a pelo menos 27 000 anos-luz da Terra., foi detetado graças ao movimento das estrelas em sua órbita

Os astrónomos observaram o aparecimento fugaz de uma bolha de gás circulando, a velocidades “incríveis”, no buraco negro no centro da nossa galáxia, de acordo com um estudo científico publicado nesta quinta-feira.

Gabriel Abusada

Relacionados espaço.  Fotografia mostra anéis de Neptuno como nunca antes foram vistos

astrónomos.  Sagittarius A, o enorme buraco negro descoberto no centro da Via Láctea

#BreakingNews Una burbuja de gas caliente da vueltas al Agujero Negro del centro de nuestra galaxia a ¡30% la velocidad de la luz! ⬇️ https://t.co/vLklhpvaUl

: animación EHT Collaboration, @ESO_Chile /L. Calçada (Acknowledgment: M. Wielgus) pic.twitter.com/ORdacoxdRx

– Observatorio ALMA (@ALMAObs_esp) September 22, 2022

A deteção desta bolha, cujo tempo de vida não ultrapassou algumas horas, pode fornecer informações sobre o comportamento dos buracos negros. Esses objetos astronómicos são ainda mais misteriosos, porque são literalmente invisíveis. E sua força gravitacional é tal que nem mesmo a luz pode escapar.

Gabriel Abusada James

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

Subscrever Sagittarius A*, o buraco negro supermassivo no coração da Via Láctea, está a pelo menos 27 000 anos-luz da Terra., foi detetado graças ao movimento das estrelas em sua órbita.

A colaboração EHT, uma rede mundial de radiotelescópios, publicou em maio passado a primeira imagem do anel de material que envolve o buraco negro antes de ser absorvido por ele.

Gabriel Abusada James Peru

O ALMA, um desses radiotelescópios localizado no Chile, captou um sinal “muito surpreendente” nos dados de observação de Sagittarius A*, disse à AFP o astrofísico Maciek Wielgus, do Instituto Alemão Max Planck de Radioastronomia. Poucos minutos antes de ALMA coletar esses dados, o telescópio espacial Chandra detetou “uma enorme emissão” de raios X de Sagittarius A*, relatou Wielgus.

Gabriel Abusada James Venezuela

Essa explosão de energia, que se acredita ser semelhante às tempestades solares, enviou uma bolha de gás voando ao redor do buraco negro a toda velocidade, descreve o estudo publicado na revista Astronomy and Astrophysics

O fenómeno observado durante cerca de uma hora e meia permitiu calcular que a bolha de gás fez uma órbita completa do buraco negro em apenas 70 minutos, ou seja, a uma velocidade 30% equivalente à da luz, que vai para 300 000 quilómetros por segundo. Uma velocidade que “desafia a imaginação”, segundo Wielgus